Postagens mais visitadas

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Facebook para o bem ou para o mal

Facebook é completo, recebemos noticias, compartilhamos, visualizamos fotos de amigos, eventos, e curtimos tudo que achamos legal.
A maioria das pessoas acessa o facebook pelo menos uma vez por dia.
São milhões de usuários de faixas etarias diferentes, cada um com seu interesse, cada um com sua rede de amigos.
Antes do Facebook, criavamos blogs, antes do blogs tinhamos a home page.Era uma forma de divulgar tudo que tinhamos para os amigos, conhecidos e seguidores. Hoje os blogs estão ficando sem acesso, seus donos sem vontade de postar.
Li um artigo outro dia, que é mais facil postar algo pelo smartfone do que sentar, pensar e escrever uma bela poesia, até os poetas anominos, que tanto postavam em seus blogs, estão resumindo suas inspirações e aderindo ao post no Facebook.
Mas com o tempo, onde procurar esses textos e poesias, teses, contos se estão todas rolando pelo feed de noticias abaixo.
Divulgar um blog é muito dificil as vezes, o tempo que as pessoas tem para navegar é consumido pelo facebook, são raros os famosos que tem seus seguidores asiduos.
Mas até quando o Facebook vai reinar?
Até quando teremos interesse em tantas informações boas e muitos lixos de uma só vez.
São piadas, poesias, noticias, fotos, tudo de uma vez, vindo de todos os lados. Produtos são vendidos, por ali, propagandas de todos os lados. Campanhas, etc
Tenho facebook, tenho blog, e confesso que meus acessos diminuiram depois da chegada do facebook, até a vontade de escrever diminuiu, pois antes eu esperava para chegar em casa para escrever algo que tinha dentro de mim, hoje está mais fácil, da rua eu escolho fotos, escrevo textos e pronto...foi.
Andei perguntando  para as  pessoas de minha convivencia, quais sites ou que elas procuram quando estão conectados na internet, quase todos responderam que não procuram muita coisa, que entram no facebook e lá tem muita coisa...
Eu diria que há o lado bom e o lado ruim.

O lado bom do Facebook:
-Temos noticias de amigos distante e dos de perto, visualizamos fotos de eventos, e disponibilizamos também.
- Compartilhamos tudo que achamos interessante espalhando a informação para todos nossos conhecidos de uma vez.
- Ficamos por dentro do que tá contecendo no Brasil e no mundo.
- Escolhemos nossos amigos e conhecidos.
- Deixamos recados rápidos, teclamos,e muitas vezes resolvemos tudo apenas entrando no face.
- Temos várias fanpages com assuntos direcionados, que cada um curte o que mais interessa filtrando noticias desnecessárias.
- Podemos acessar 24 horas, estando em casa ou na rua.

O lado ruim do facebook:
- Encontramos e falamos menos pessoalmente com as pessoas, as vezes nem é mais necessario ligar para desejar feliz aniversario, basta escrever na linha do tempo da pessoa.
- Muita informação rápida, que as vezes fica dificil captar e refletir sobre o que está escrito.
- Muito lixo, muita coisa boba, que nos invadem, e raras são as vezes que podemos optar em nao ler.
- Muita exposição, que dependendo de pessoas de má fé, usam as informações para o lado mal, a pessoa fica sem privacidade, podendo até ser alvo de assaltos e fofocas.
- Não se lê coisas de qualidade, pois o tempo no facebook consome horas da pessoa, que esquece que tem algo melhor para se ler, como um livro, um filme, artigos interessantes, etc. As pessoas não leem mais tantos livros e nem assistem tvs sem está conectado no facebook.

Enfim, a moderação é esquecida em função do rápido acesso, muitas informações e o vicio constante em sempre entrar para ver o que está acontendo.
Me pergunto, com milhoes de pessoas acessando, o objetivo principal do facebook mudou ou não?






sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Bloqueada no Brasil, Telexfree usa Botafogo para crescer na América do Sul

Impedida judicialmente de atuar no Brasil, acusada de um esquema que lesou milhares de pessoas, a norte-americana TelexFree usará o patrocínio ao Botafogo para se expandir para outros países da América do Sul. Isso porque, como o time participará da Libertadores, a empresa pode atingir mercados de países vizinhos e vender seus serviços de tecnologia – são pacotes de telefonia e internet.
Até 2013, a TelexFreee comercializava produtos de telefonia pela internet, por VOIP, no Brasil, em que usava diversas pessoas como seus representantes. Só que houve prejuízo desses divulgadores da empresa que a processaram. Com ação do Ministério Público, a Justiça bloqueou a operação da empresa e cobra ressarcimento, acusando o de ser um esquema de pirâmide.
“Eles (TelexFree) têm interesse neste mercado sul-americano. Nós queremos trabalhar nos EUA'', explicou o diretor executivo do Botafogo, Sergio Landau, ao blog. “Você não tem ideia do número de camisas (do Botafogo) que eles vão levar para Quito. Eles têm interesse em Quito.''
A capital equatoriana será onde o Botafogo estreará na Libertadores, pela primeira fase, diante do Deportivo Quito. Landau afirmou que a TelexFree já tem uma operação no Equador, assim como em outros países da América do Sul. No total, são 60 países, segundo informações da empresa.
Além da expansão para o continente, a TelexFree tenta voltar a operar no Brasil. Tanto que comprou uma pequena empresa de telefonia do Espírito Santo, a Voxbras, que tem autorização da Anatel. No site da empresa, é possível se cadastrar para futuramente comprar produtos da Voxbras, em pacotes de tv a cabo e de telefonia. Isso mesmo com um aviso judicial de que a empresa norte-americana está impedida de atuar no país.
O diretor executivo botafoguense ressaltou que não promoverá o produto vendido pela Ympactus, representante da TelexFree no Brasil até o ano passado que foi considerado um esquema de pirâmide pela Justiça, ou o Voxbras. Apenas a marca com nome da companhia aparecerá na camisa do Botafogo e, por isso, Landau não teme dano à imagem do clube. “Analisamos a empresa. Há uma discussão jurídica. Mas a empresa tem autorização para operar pela Anatel. Não é pirataria. Não deram golpe em ninguém.''
Durante a coletiva de apresentação do patrocínio, a TelexFree alegou que seu problema é restrito à Justiça do Acre, e não tem relação com a Ympactus, que a representava no Brasil.
Embora não fale em valores, o clube disse que o contrato é muito bom, dentro do patamar do mercado brasileiro de patrocínio e do orçamento alvinegro. E pretende expandir a parceria usando a Telexfree para divulgar a marca do clube nos EUA, sede da companhia.

* Fonte: Blog do Rodrigo Mattos

Política de privacidade em sites

Todo site deve passar   confiança e demonstrar credibilidade e transparência aos seus usuários. É recomendável que seu site tenha uma polít...